Jump to content


Most Liked Content


#1108715 Como Fazer Uma ''linha'' Ou "traço" Em Html

Posted by LarPhozyHah on 29/09/2017, 07:45

Kamagra 100mg Dosage Amoxicilina Medicine Website Shop Without Rx Taking Amoxil With Cipro cialis online Amoxicillin Canine Pharmaceutical
Cialis Viagra Hypertension Tofranil cialis Foro De Kamagra Cialis 10 Mg Durata
Propecia New York online pharmacy Il Sur D'Aspirine Amoxil Cialis Online 5 Mg
Propecia Topical Hair Loss Treatment Buy Orlistat Online Without Script cheap cialis Amoxicillin Capsule Tev Viagra Como Comprar


#203171 Conhecendo Um Pouco Do Action Script 2

Posted by Foxn on 07/10/2003, 00:10

Como o espaço é curto e tempo mais ainda :D vamos direto ao assunto e preparar o terreno para o AS2. Pois bem, eu criei uma pasta para chamada flash_2004, dentro dela eu tenho um simples arquivo teste.fla em branco, então tendo-se isso vamos criar uma classe, vá em File>>New>>Geral>>ActionScript File. Vamos começar criando uma classe chamada "Registro":

1 class Registro {
2  
3 }

Agora muito importante o arquivo da classe tem de ter o mesmo nome de sua classe por isso salve agora esse arquivo como Registro.as na pasta flash_2004. Feito isso vamos fazer a função construtora que será executada no momento que essa classe for usada para gerar um objeto.

1 class Registro {
2  function Registro(){
3 	 trace("A classe está funcionando");
4  }
5 }

Agora vamos ao nosso arquivo teste.fla e colocamos esse código em seu primeiro frame:

// declara nome:tipo da classe 
var novo:Registro;
// Gerando um novo objeto
novo = new Registro();

Teste seu filme e se aparecer "A classe está funcionando" em sua janela de saida então sua classe já está funcionando, mas como pode estar funcionado se eu não defini para ela ser importade em nenum lugar? Simples vá em Edit>>Preferences>>ActionScript>>Action Script 2.0 Settings... e pronto como você pode ver ele possue dois itens, o primeiro informa que todas as classes da pasta de classes do flash serão carregadas para dentro do seu swf e a segunda linha diz que
todas as classes que estiverem na mesma pasta quando seu swf foi gerado serão "imcorporadas" ao seu swf e é por isso que você não precisou colocar nada para imcorpora-la ao seu swf. Caso você queira definir outras pastas com classes para ser incorporadas em todos os seus swfs pode defini-las ai, caso queira definir apenas psrs aquele swf em particular vá em File>>Publish Settings>>Flash>>Settings...
Agora que sabemos por que funcionou vamos voltar ao nosso arquivo Registro.as, mas agora vamos colocar alguns dados:

1 class Registro {
2  // Delarando algumas propriedades
3  var nome:String;
4  var sobrenome:String;
5	var idade:Number;
6	// Função contrutora
7	function Registro($nome:String,$sobrenome:String,$idade:Number){
8  nome = $nome;
9  sobrenome = $sobrenome;
10  idade = $idade;
11	}
12  }

Agora salve o arquivo e voltemos ao teste.fla, onde agora podemaos passar alguns argumentos para a nossa classe:

// declara nome:tipo da classe 
var novo:Registro;
// Gerando um novo objeto
novo = new Registro("Paulo","Marques",25);

Pronto, agora temos um objeto com 3 simples propriedades, de um Ctrl+V para ver as propriedades. Importante lembrar que como definimos os tipos de dados das propriedades elas não aceitarão valores diferentes dos especificados, mesmo numerico não aceitará numeros entre aspas, o que ele considera como uma string e não um número. Mas e agora, é uma simples classe mas e se você quiser definir uma nova propriedade somente para esse objeto? Algo assim:

// declara nome:tipo da classe 
var novo:Registro;
// Gerando um novo objeto
novo = new Registro("Paulo","Marques",25);
novo.cidade = "São Paulo"

Mas infelizmente isso vai dar erro, pois nossa classe permite que você altere os valores das propriedade de nosso objeto mas não permite adicionar novas propriedades a cada objeto individualmente, mas isso é uma coisa que podemos resolver rapidamente, vamos ao Registro.as e mudamos somente a sua primeira linha, ficara assim:

1 dynamic class Registro {

Pronto agora que adicionamos o dynamic você pode voltar ao teste.fla e testá-lo sem prblemas. E é isso ai uma simples classe com o action script 2, e ainda há muito mais a ser visto. Caso você queira saber como seria feita essa mesma classe no Flash MX, coloque no seu primeiro frame e teste:

_global.Registro = function($nome,$sobrenome,$idade){
	this.nome = $nome;
	this.sobrenome = $sobrenome;
	this.idade  = $idade;
}
novo = new Registro("Paulo","Marques",25);
novo.cidade = "São Paulo";

Claro que no Flash MX 2004 temos muitos mais recurso dos quais não podemos contar no Flash MX que é um conceito bem melhor para se desenvolver classes.

E é isso ai fui.

[]'s


#1039531 Tramadol Order Online Net <> Buy Cheap Tramadol Online Uk

Posted by DocAndMed on 10/06/2017, 11:22

usa.png
4-en.png

Tramadol Without Prescriptions Legal

5-en.png

Ultram Uk Buy

6-en.png

Tramal Online Pharmacy


Related Tags:
tramadol tablets for sale uk
tramadol no prescription overnight cod delivery
buy ultram online with credit card
tramadol cheap cod
tramadol 200 mg for sale
generic ultram no prescription
order tramadol from mexico
tramadol buy usa
buy bulk tramadol
tramadol online with no prescription
buy mexican tramadol
how to order tramadol
order tramadol with no prescription
get tramadol without prescription
tramadol can you buy over counter
buy tramal
order tramadol from india
order tramadol online mastercard
order tramadol no prescription cheap
tramadol hcl sale
buy 30mg codeine uk bromazepam order order tramadol from us pharmacy
buy cheap tramadol without prescription
how to order tramadol online legally
tramadol no prescription uk
order tramadol over phone
order tramadol overnight delivery
tramadol online pharmacy europe
buy cheap tramadol cod
purchase tramadol online
cheap tramadol buy
tramadol from canada no prescription
cheap fast tramadol
tramadol order canada
tramadol price no insurance
buy 300 mg tramadol
online pharmacy tramadol next day
order generic ultram
tramadol without prescription legal
tramadol online purchase
cheap ultram for sale
sonata best price soma no prescription overnight ultram online us pharmacy
cheap tramadol online overnight delivery
buy cheap tramadol cod
tramadol for sale cheap
tramadol order online mexico
order tramadol online cod
ultram order
tramadol er without prescription
rx europe online pharmacy tramadol
tramadol order uk
tramadol purchase cod
ultram order online
legitimate online pharmacy tramadol
cheap tramadol overnight delivery
buy ultram online overnight
tramadol no prescription uk
tramal purchase
tramadol 200 mg for sale
buy cheap tramadol overnight
tramadol for sale forum
tenuate online pharmacy hydrocodone provigil order online canada tramadol for sale in canada
tramadol no prescription australia
tramal to buy
tramadol online pharmacy viagra
legal to order tramadol online
cheap tramadol online cod
buy american tramadol
order tramadol fast
can i get tramadol without prescription
order tramadol without
tramal for sale
cheap tramadol for sale
tramadol online pharmacy overnight delivery
order tramadol europe
tramadol to purchase
buy tramadol
cheap 100 mg tramadol
tramadol 100 mg for sale online
tramadol buy with mastercard
purchase tramadol online without prescription
buy clonazepam online generic lunesta no prescription ultram without prescription uk
tramadol buy
buy ultram free shipping
buy cheap tramadol without prescription
order tramadol cod next day delivery
how to order tramadol overnight
tramal no prescription xanax
buy generic ultram
purchase tramadol online
order tramadol with no prescription
buy genuine tramadol online uk
cheap tramadol online overnight delivery
tramadol purchase with mastercard
tramadol without prescription usa
buy cheap fedex tramadol
tramadol without prescriptions overnight
tramadol 200 mg for sale
tramadol for sale in canada
buy ultram without prescription
tramadol without prescriptions
cheap zopiclone tablets midazolam to buy



#328891 Include Em Html é Possível

Posted by Lengrat on 30/03/2004, 16:56

Galera...

Depois de algum tempo ficar fuçando com ASP e PHP, veio uma dúvida Cachorra: É possível criar includes em HTML?

Tenho um menu padrão, feito em uma tabela , que é utilizado em umas 15 páginas aqui do site da empresa.

Acontece que eu tenho que fazer uma atualização neste menu, inserindo mais uma seção, blablalba. Vai ser um saco ter que ficar alterando todas as 15 páginas, mesmo ficando no ctrc+ctrlV.

Há como fazer um arquivo externo para conter somente esta tabela que compõem o menu?

Sei que tem algo parecido quando vc cria um menu no Firewoks e exporta o Html. dahi é só alterar o Html que será alterado em todos os menus que compartilhem esse HTML do FW.


Como fazer isto na munheca, sem usar este recurso de inserir HTML do Firewoks?

:blink:


#743963 Receber Dinheiro Do Exterior

Posted by GCTS on 27/05/2006, 01:43

Então, eu estava bolando aqui meu projeto mais ambicioso e megalomaníaco rs :D
e estava pensando em já lançar ele com suporte a usuários do exterior.

Eu cobraria um valor pelos serviços que meu sistema prestará e logicamente, para o exterior, levando em consideração a renda per capita mais elevada, maior número de internautas e moeda mais forte, eu posso ganhar mais dinheiro de lá. O grande problema é: como receber dinheiro lá de fora?

Estava lendo sobre o paypal no tópico de dúvidas, mas parece que ele só recebe em forma de créditos né e mesmo assim tem um limite de $2500 /ano.


Qual a melhor forma que eu posso receber dinheiro lá por fora? Levando em consideração que sejam valores relativamente baixos por vez, entre 10 e 20 dólares.

abs


#1021341 Programar para Android com Android Studio

Posted by Danilomaru on 22/01/2015, 13:42

Está quase a fazer um ano que a Google lançou o Android Studio – um IDE de programação para a plataforma Android. Este IDE é semelhante ao popular Eclipse, com ADT Plugin, oferecendo as melhores ferramentas e funcionalidades aos programadores. Segundo a própria Google, com o Android Studio a programação para Android é mais simples e rápida.

 

Hoje vamos mostrar como podem começar a usar o Android Studio.

 

studio_08_thumb.jpg

 

Para quem está habituado ao Eclipse ou ao Netbeans, facilmente se adaptará ao Android Studio. Para os novatos, vão ver que também é simples. Lembrem-se que o sucesso de um programador começa inicialmente por dominar o IDE de programação. Vamos a isso então.

 

Download do Android Studio

 

O Android Studio está disponível para Windows, MacOS e Linux. Para descarregaram a vossa versão, basta que acedam à página do projecto aqui.

Em alguns sistemas Windows, caso o java nao seja detectado, é importante que criem uma variável de ambiente para essa finalidade.

Para isso basta ir as propriedade do “Meu Computado” > Propriedades > Propriedades Avançadas e depois aceder ao separador Variáveis de ambiente. e criar uma variável de ambiente do seguinte tipo:

JAVA_HOME

C:\Program Files\Java\jdk1.7.0_21.

 

java_00_thumb.jpg

 

Como criar o primeiro programa? Como se trata do primeiro tutorial, hoje vamos fazer algo bastante simples…o tipico Hello Worl mas modificado para o Pplware “Hello Pplware”. Para isso devem seguir os seguintes passos:

 

Passo 1) Criar um novo projeto

 

Depois de instalar o Android Studio, basta executar o mesmo e em seguida escolher New Project.

 

studio_00_thumb.jpg

 

Passo 2) Identificação da aplicação

 

Indicar o nome da aplicação (ex. PplwareApp). O modulo name, package name e project location são automaticamente preenchidos (o utilizador pode sempre mudar a informação para esses parâmetros).

 

Depois existem também a possibilidade de indicarem para que versão do Android vão programar. Para este exemplo vamos considerar que vamos programar para o Android 4.4 (target SDK) mas com suporte desde o Android 2.2 (minimum required SDK).

 

studio_01_thumb.jpg

Passo 3) Escolha do ícone

 

Escolha do ícone e parametrizações do mesmo

 

studio_02_thumb.jpg

Passo 4) Escolha do tipo de atividade

 

Em seguida escolhemos o modelo da atividade. Para este exemplo vamos escolher blank activity que irá criar uma aplicação simples, sem qualquer modelo de navegação definido (este ponto é definido no passo seguinte, em additional Features).

 

studio_04_thumb.jpg

Passo 5) Nome da atividade

 

Por fim indicamos o nome para a atividade e também o nome para o layout.

 

 

studio_05_thumb.jpg

 

Agora basta esperar uns segundos ate que seja criada a estrutura da nossa aplicação.

 

 

studio_06_thumb.jpg

 

Depois de termos a estrutura disponível, vamos ao projecto criar e dentro de PplwareApp > src > main > res > values > Strings alterarmos o “Hello World” para “Hello Pplware”.

 

studio_07_thumb.jpg

 

Por fim, basta carregar em Start para executar o emulador ou então descarregar a aplicação para um dispositivo real. Nota: Caso não tenham um emulador criado, basta ir a Tools > Android > AVD Manager

 

 

pplwareapp_2_thumb.jpg

 

..e aqui está está o resultado deste projeto.

 

 

pplwareapp_thumb.jpg

 

E está feito. Comparativamente ao eclipse, o Android Studio tem uma interface mais intuitiva e melhor organizada. Ao nível da performance, os dois IDE são bastante semelhantes…pois não estivéssemos nós a falar em java. Experimentem e diga-mos os que acharam.

 

Fonte: http://pplware.sapo....android-studio/




#987921 Novidades Fórum Wmo

Posted by Paulo Freitas on 02/12/2009, 09:15

Conteúdo deste tópico:

Olá,

Você certamente já deve ter notado algumas mudanças em nosso fórum. Elas foram tantas que seria impraticável listá-las todas aqui. Selecionamos neste comunicado 8 desta novidades que mais agregaram valor à nossa comunidade. Confira:

[anchor="reputation_system"]Sistema de reputação


Recurso do novo IP.Board 3.0, contamos agora com este maravilhoso sistema em nosso fórum. Sempre que um post (tópico/resposta) lhe ajudar, ou até mesmo que você achar o mesmo interessante ou que possa ajudar outrem, você pode retribuir o autor do mesmo reputando-o positivamente - isto aumentará 1 ponto na reputação geral do mesmo. Esta é a melhor forma de agradecê-lo, esteja certo(a) disso. =)

Attached File  reputation_system.png   2.86KB   5 downloads

Afinamos a configuração do sistema da melhor maneira que nos foi possível. Dentre as modificações, desativamos a reputação negativa por acharmos a mesma degradante demais. Vale dizer também que, nas seções internas do fórum, visível somente para membros da equipe, o sistema foi inteiramente desativado, tal como acontece também na contagem de posts - não é da nossa intenção sermos diferentes dos demais. Modificamos também a visualização dos botões, adicionando uma mensagem de incentivo ao lado dos mesmos.

Para evitar o uso inadequado do recurso, possuímos logs de todas as pontuações aplicadas, acessíveis atualmente somente pela equipe de administração. Estamos e estaremos constantemente acompanhando o uso inadequado deste fabuloso sistema. O uso abusivo do mesmo já está passível de advertência e zeragem de pontuação. Maiores detalhes serão incluídos nas regras.

Outro diferencial que adotamos foi inserir uma modificação no índice com um ranking dos 5 membros melhor reputados, na intenção de incentivá-los a figurar este ranking produzindo mais posts dignos de uma reputação positiva. Além deste TOP 5, fizemos uma modificação de nossa autoria na listagem de membros, adicionando um filtro de pontos de reputação à mesma. Tal modificação permite a visualização de um ranking geral dos membros melhor reputados. Confira!

Attached File  top5_reputation.png   7.83KB   4 downloads Attached File  top_reputation.png   73.32KB   10 downloads

Gostaríamos de enfatizar que incentivamos fortemente o uso deste sistema desde que seja de forma prudente. Use mas não abuse! Use com senso crítico. ;-)

[anchor="status_updates"]Atualizações de status

Também novo recurso do IP.Board 3.0, agora você pode enviar à todos pequenas atualizações sobre como está se sentindo, aonde está indo, alguma novidade que descobriu, etc. (tal como você já deve conhecer no Facebook/Orkut). Você pode atualizar seu status tanto no índice como em seu perfil.

Attached File  recent_statuses.png   47.99KB   12 downloads Attached File  profile_status.png   11.87KB   9 downloads

Este é mais um recurso que incentivamos fortemente seu uso, desde que seja usado de acordo com nossas regras. Aqui o Use mas não abuse! se faz valer novamente. (y)

[anchor="report_button"]Botão Reportar

Recurso antigo do IP.Board, finalmente foi ativado em nosso fórum. As melhorias feitas nesta nova versão foram determinantes para que isto acontecesse. à partir de agora, sempre que notar algo inadequado, seja um post, uma mensagem privada ou um membro, você pode reportar o mesmo à equipe clicando no botão Reportar respectivo. Esta é, à partir de então, a forma correta de notificar irregularidades em nosso fórum. É também a maneira mais rápida de ter a notificação atendida. (y)

Attached File  report_message_button.png   1.49KB   3 downloads Attached File  report_user_button.png   1.61KB   1 downloads

Com este novo sistema, toda a equipe de administração e monitoria são prontamente notificadas das ocorrências numa área totalmente integrada que permite não só o acompanhamento como a discussão individual de cada ocorrência. É justamente por conta disto que as chances de rápida resolução serão maiores.
Vale dizer que o sistema só deve ser usado quando se tem a absoluta certeza de que o membro está ferindo alguma das regras vigentes em nosso fórum. Tal como o sistema de reputação, use mas não abuse! O uso do botão é exclusivo para denúncias. ;-)

[anchor="share_button"]Botão Compartilhar

Ainda em fase de implementação, foi adicionado em nosso fórum o botão de compartilhamento social na visualização de fóruns e tópicos. Você pode usar o mesmo para imprimir, adicionar aos favoritos/bookmarks, enviar por e-mail, armazenar/divulgar no Delicious/Twitter (e mais centenas de outros serviços) qualquer fórum ou tópico que tenha gostado e/ou achado interessante.

Attached File  share_button.png   1.8KB   3 downloads

As opções são realmente grandes, vale a pena conferir! =)

Attached File  share_button_opened.png   16.08KB   1 downloads Attached File  share_button_fullopened.jpg   33.92KB   12 downloads

Tal como no sistema de reputação, gostaríamos de enfatizar que incentivamos fortemente o uso deste sistema, e aqui não há contra-indicações. Use e abuse! :D

[anchor="social_networking"]Novos campos adicionais nos perfis

Alguns já devem ter notado que, no Painel de Controle, apareceram novos campos na aba Perfil.
No grupo de contato, removemos o campo do mensageiro Jabber, que não estava em uso por ninguém, e adicionamos o Google Talk, que já vem sendo adotado por alguns membros.
A mudança maior fica por conta do grupo Redes Sociais, idealizado e criado por nós para socializar nossos membros, abrindo novas possibilidades em nosso fórum. Os sistemas já suportados incluem o Delicious, Facebook, Flickr, LinkedIn, MySpace, Orkut, Picasa, Twitter e Youtube. Se você possui perfil em outro serviço não presente nesta lista e gostaria de divulgá-lo, fique à vontade para nos sugerir em nossa ouvidoria. Dada a demanda, ele será incluído nesta lista.
Atenção: é para inserir somente o seu identificador nos campos, tal como indicado abaixo dos mesmos, nada de URLs. ;-)

Attached File  settings_social_networking.png   43.61KB   13 downloads Attached File  profile_social_networking.png   67.88KB   12 downloads

Este recurso ainda está em fase de implementação, portanto algumas coisas ainda podem mudar - principalmente no que diz respeito ao preenchimento dos campos no painel de controle.
Mais uma vez, gostaríamos de enfatizar que incentivamos fortemente o uso desta novidade, e aqui também não há contra-indicações. Use e abuse, socialize-se! :)

[anchor="new_bbcodes"]Novos BBCodes

Ainda em fase de implementação, foram adicionados novos BBCodes para a adição de vídeos e tabelas nos posts.

[anchor="media_bbcode"]BBCode para vídeos

Novidade do novo IP.Board 3.0, este BBCode nativo foi inteiramente modificado por nós, passando a suportar, até o momento, vídeos dos serviços 5min, Dailymotion, Flickr, GameTrailers, Google Video, MEGAVIDEO, Metacafe, MySpace Video, Revver, Vimeo e Yahoo! Video. Além destes, é possível inserir neste mesmo BBCode qualquer vídeo FLV ou música MP3 que se deseje interligar. :)

Attached File  media_bbcode.png   8.87KB   10 downloads

Esta lista de serviços tende a aumentar conforme o tempo. Se você possui alguma sugestão de serviço não presente nesta lista, fique à vontade para nos sugerir em nossa ouvidoria. Dada a demanda, ele será incluído nesta lista.
Use este BBCode para postar tutoriais, documentários ou qualquer outro vídeo que esteja dentro das regras do fórum. Aqui entra novamente o Use mas não abuse!.

Seu uso é tão simples que dispensa comentários - basta inserir o endereço do vídeo entre as tags media:

[media]http://www.youtube.com/watch?v=k5Zbc-Rg6e8[/media]
Eis o BBCode interpretado:

http://www.youtube.com/watch?v=k5Zbc-Rg6e8

Ainda estamos trabalhando no aperfeiçoamento da identificação de endereços de vídeos dos serviços já cadastrados. Se você notar algum bug (problema), fique à vontade para nos reportar em nossa ouvidoria - iremos corrigi-lo assim que notificados. Outra coisa que deve mudar é o aspecto visual da exibição dos vídeos. Estamos trabalhando numa personalização neste sentido. (y)

[anchor="tables_bbcode"]BBCodes para tabelas

Esta é uma novidade criada por nós para permitir a inserção de tabelas completas nos posts para quem por ventura vier precisar inserir dados tabulares em algum tutorial ou coisa do tipo. Aqui mais uma vez entra o Use mas não abuse!.
Eis a lista de BBCodes suportados: table, thead, tfoot, tbody, tr/tr2, th e td/td2, todos eles disponíveis no editor de posts no seletor Outros BBCodes.

Attached File  table_bbcodes.png   3KB   2 downloads

Uma breve explicação sobre os mesmos:

  • table
    Define uma tabela. Possui opção obrigatória que define o título da mesma.
  • thead
    Define um grupo de conteúdo do cabeçalho de uma tabela. Não há opção. Uso opcional.
  • tfoot
    Define um grupo de conteúdo do rodapé de uma tabela. Não há opção. Uso opcional.
  • tbody
    Define um grupo de conteúdo do corpo de uma tabela. Não há opção. Uso opcional.
  • tr
    Define uma linha de uma tabela. Não há opção.
  • tr2
    Define uma linha de uma tabela com estilo alternado. Não há opção. Uso opcional.
  • th
    Define uma célula de cabeçalho em uma tabela. Possui opção facultativa de largura (em %).
  • td
    Define uma célula em uma tabela. Possui opção facultativa de largura (em %).
  • td2
    Define uma célula em uma tabela com estilo alternado (complementar ao estilo alternado das linhas). Possui opção facultativa de largura (em %). Uso opcional.
Eis um exemplo de uso completo (sem quebras de linhas - o BBCode code as quebra automaticamente):

[table="Tabela modelo: Lista de estados brasileiros"][thead][tr][th=10]Abreviação[/th][th=30]Estado[/th][th=30]Capital[/th][th=30]Área (km²)[/th][/tr][/thead][tfoot][tr][th]3 estados[/th][th][/th][th][/th][th]323.163,7[/th][/tr][/tfoot][tbody][tr][th]AC[/th][td2]Acre[/td2][td]Rio Branco[/td][td]152.581,4[/td][/tr][tr2][th]AL[/th][td2]Alagoas[/td2][td]Maceió[/td][td]27.767,7[/td][/tr2][tr][th]AP[/th][td2]Amapá[/td2][td]Macapá[/td][td]142.814,6[/td][/tr][/tbody][/table]
Exemplo interpretado:

Tabela modelo: Lista de estados brasileiros
AbreviaçãoEstadoCapitalÁrea (km²)
3 estados323.163,7
ACAcreRio Branco152.581,4
ALAlagoasMaceió27.767,7
APAmapáMacapá142.814,6

É importante que só exista quebras de linhas onde elas devam existir. Do contrário, haverá resultados indesejados na renderização dos BBCodes.





Ufa! O post terminou. Gostou das novidades? Não gostou?! Seja como for, fique livre para nos dizer o que achou em nosso tópico de feedback de nossa ouvidoria. Se você achou que as novidades foram muitas, saiba que este é apenas o começo, em breve outras novidades pintando por aqui. B)

Atenciosamente,
Equipe Fórum WMOAté mais


#1062597 ropzmxwi

Posted by GeorgeHartek on 03/08/2017, 22:41

https://www.flickr.c...57684018319904/https://bitbucket.org/snippets/shirleypbc1973w8/kMpE6A/ ALZip is a free archive compressor and extractor for Windows and Mac. Jan 30, 2017 Download Keka 1.0.11 (19.2 MB) Requires Requires Mac OS X 10.6 or newer: Keka 1.0.4 (19.3 MB) MD5. https://www.flickr.com/groups/3959949@N22/discuss/72157683911733534/ https://bitbucket.org/snippets/bernardobfa1969l2/yRq8zB/ Mobile Pro uses 3G or Wi-Fi communication to keep the user Load up your new Retina Mac with these awesome apps. This is the place for all of the best games and apps deals across all Hands-on: Khomo's 10.5-inch iPad Pro case with built-in Apple Pencil holder [Video]. Updated Top 100 Mac games with 18 new entries (to add more variety, Filter your search for the games you want from the categories below. https://www.flickr.com/groups/3960949@N22/discuss/72157686671920926/ https://www.flickr.com/groups/3562985@N21/discuss/72157683347977542/ Open 'Spotlight' by pressing the 'COMMAND' and 'SPACEBAR' keys at the same time. Compatible with Apple Mac; Licence: 1 user / lifetime; Office suite: Students, faculty and staff may download Microsoft Office under the university license agreement. Be sure to remove the Microsoft User Data folder in Documents. http://exchange.2take.me/Forum/viewtopic.php?f=10&t=9051 http://forum.balza3d.it/viewtopic.php?f=12&t=1496 http://konsumentenschutzforum.ch/viewtopic.php?f=13&t=1742 http://portalmototurismo.com.br/viewtopic.php?f=18&t=2478 http://fororiego.com/viewtopic.php?f=7&t=4167 http://google.com/q=b68ahuzn


#728733 Python

Posted by jasar on 07/04/2006, 18:11

Ae galera preciso de alguem responsavel que manje de Phyton e principalmente possa se deslocar caso precisa atender clientes em outros estados
enviar email para jasaroc@terra.com.br

( apenas pessoas de sao paulo com disponibilidade de tempo )

valeu


#166107 Como Fazer Uma ''linha'' Ou "traço" Em Html

Posted by H^llz on 10/08/2003, 15:13

<hr align="center" width="40" size="1" color=red>

Align : A posição
Wdth : Tamanho
Size : Espessura
Coloer : Cor


#1021419 Lucre em questão de minutos de um modo seguro e fácil !

Posted by hiroseka on 02/02/2015, 04:34

Hirose Financial UK - empresa de Opções Binárias do Japão

 

Com várias vantagens para Iniciantes e serviços únicos que você só encontrará conosco.

Uma empresa com mais de 10 anos de experiência e com mais de 200,000 clientes.

Plataforma simples com tecnologia Japonesa e suporte ao cliente 24 hrs.

 

Abrindo uma conta Live você recebe um BÔNUS DE BOAS VINDAS DE $10!!

 

Como lucrar com as Opções Binárias da Hirose UK

  • Escolha os pares de moedas e observe o gráfico em tempo real que leva apenas de 3,10 ou 30 minutos e escolha se o preço do mercado irá subir ou descer.

(tomando apenas poucos minutos do seu dia para lucrar, as opções binárias tem se tornado um meio muito procurado como forma simples de um dinheiro extra e até mesmo como uma renda fixa)

  • Insira o preço que deseja negociar e clique na seta que indica para cima ou para baixo (conforme for a sua escolha de onde o preço do mercado irá) e espere até o tempo de expiração.

(Na Hirose UK você tem a oportunidade de começar a sua negociação com um valor mínimo de até $1 e a capacidade de sair da posição escolhida antes do tempo expirar podendo assim gerenciar os seus lucros e perdas)

 

Payout (porcentagem de rendimento) de até 90%

 

Ex: (valor negociado) $200 x (payout) 90% = (lucro) $180

LUCRO ⇒ Valor negociado + Lucro = $380

PERDA  ⇒ Apenas perderá o Valor negociado = $200 (usando a ferramenta de sair da posição antes da expiração você também poderá diminuir a sua perda)

 

Agora você já sabe como é fácil negociar Opções Binárias da Hirose UK!!

 

Convidando amigos para abrir uma conta e assim dividir suas experiências você GANHA $5 POR CADA AMIGO cadastrado!!

 

* Negociação rápida que só leva de 3,10 ou 30 minutos

* Payout (Porcentagem de Rendimento) de até 90%

* Pode sair da posição antes do tempo de expiração

* Comando rápido usando tecnologia Japonesa

* Negociação Mínima à partir de $1

* Depósito Mínimo de $20 (Neteller, Skrill) e várias outras formas de depósitos

* Fundo Seguro / Regulados pala FCA (540224)

 

Entre no nosso site em português para mais informações http://hiroseuk.com/lionbo_pt/

ou entre em contato conosco

Tel : +44 (0)20 7614 3580

Email : info@hiroseuk.com

 

Hirose Financial UK Ltd. é uma companhia registrada na Inglaterra e País de Gales, número de registro 7423885.

Hirose Financial UK Ltd. está autorizada e regulada pela Autoridade da Conduta Financeira (Financial Conduct Authority, FCA) número de registro 540244.




#972343 É Possível Usar Um Dvd-rw De Desktop Em Um Notebook?

Posted by Giovanna Cóppola on 29/06/2009, 20:02

Pessoal,

O meu notebook não está lendo CDs há um tempo. Andei pesquisando e o conserto infelizmente não cabe no meu bolso no momento. Tenho um desktop que está morto, parado num canto, sem processador, porém, com um DVD-RW semi-novo e funcionando perfeitamente.

Gostaria de saber se há alguma maneira de usar o DVD-RW do desktop no notebook, como um gravador externo. Pensei em algum cabo adaptador SATA/USB, para conectar à entrada USB do notebook.

Qualquer dica que não seja muito cara será bem-vinda.

Obrigada desde já,
Giovanna


#522844 Tutorial Php - Iniciante

Posted by Balala on 19/01/2005, 13:44

Hello there, the angel from my nightmare...

Tá bom, tá bom, não foi um começo nada muito bom, mas acredite, vai piorar =) . Estamos aqui reunidos por um motivo em comum, não? Queremos aprender PHP, ou não queremos, mas temos. Tudo beleza então, é só efetuar um depósito de R$ 10,00 na conta XYZ-0 que eu lhe envio o Suco de Laranja Mastering PHP, é só beber duas vezes ao dia, que você aprende PHP em 78 horas.

É infelizmente não é um jeito fácil dessa maneira que irá realmente aprender PHP. Será um caminho árduro e cheio de muralhas pela frente, muralhas mesmo, pedras são pequenas para atrapalhar... Mas eu ficar contando historinhas ou piadinhas não vai ajudar em muita coisa, então, vamos ao que interessa.

Introdução
Caso você já tenha tido a oportunidade de ler outro tutorial, provavelmente já viu que PHP é uma linguaguem Server-Side, ou seja, que é executada no, e somente, no servidor. Diferente do JavaScript por exemplo que é uma linguaguem Client-Side, executada no cliente (internauta).

Dessa forma, há coisas fora do nosso alcance para realizar no PHP. Como por exemplo, alterar a cor de um botão ao internauta pressionar a letra "b". Isso está sendo executado aonde? No servidor ou no cliente? Já pensando em nosso fórum, faça essa pergunta para você mesmo antes de criar um tópico. Isso é ou não é relacionado à PHP?

Como vamos ver desde ponto em diante, comentários em alguns scripts, vamos ver as possiveis formas de adicionar um comentário no PHP.

<?php
// Comentário de 1 linha

# Comentário de 1 linha

/* Comentário em bloco

segue comentado até finalizar o bloco

com */
?>

O que vamos ver nesse tutorial?
Antes de prosseguir, vamos deixar claro que, estou considerando que você já está com um servidor web com o PHP rodando em sua máquina, ou com um servidor online. Configurações padrões do php.ini 4.3.0+ (register_globals = off).

Vou tentar, através desse tutorial, abranguer os primeiros passos dado ao PHP, elevando um pouco a dificuldade em cada passo que damos. Não é minha intenção passa funções relacionadas à banco de dados nesse primeiro tutorial, mas para um segundo, isso seria o foco. Então vamos parando com o lero-lero e começar a ralar ;)

"Adeus Mundo!"
Por que sempre o famoso "Olá Mundo!"? Vamos estar nos escondendo dele ao tentar aprofundar em PHP. Quanto mais você se interessa em aprender, mais festas deixará de participar, menos garotas irá conhecer e mais sóbrio irá ficar (estou em dúvida se isso é um fato bom ou ruim).

- Nossa, mas ele sempre tira tempo para outra piadinha horrível...

Táááááá booooooooom! Todas as páginas, para serem executados os códigos/instruções PHP, precisam ter sua extensão .php (.php3 está ficando para trás). Sabemos qual a extensão das páginas para serem consideradas PHP, e agora, como eu crio um código PHP? Por padrão, um código PHP é iniciado com a tag <?php e encerrado com ?>. Não vamos nos ater à outras tags, mas só para conhecimento existem as opções:

<? ?>
<% %>
<script languague="php"> </script>

Certo, vamos criar nossa página "tut01.php" e "limpe" o código fonte dela, não vamos trabalhar com html ainda, somente com a saída PHP. Vamos iniciar um bloco de código PHP e fazer uma saída para o navegador.

<?php
echo "Adeus Mundo!";
?>

Como diria meu amigo, Jack Estripador, vamos por partes, ou melhor, por linhas.
Linha 01: <?php => Iniciamos o bloco PHP;
Linha 02: echo "Adeus Mundo!"; => echo é uma função do PHP para imprimir uma saída no navegador. Escrevemos a saída entres aspas pois não estamos trabalhando com variáveis ainda. Utilizamos o ";" no final de cada linha de comando, caso contrário um erro é gerado;
Linha 03: ?> => Encerramos o bloco PHP.

Salvamos essa página e publicamos no servidor. A única saída que temos no navegador será "Adeus Mundo!" (sem as aspas). O código fonte também omite qualquer outra saída, sendo assim, o PHP somente apresentará para o usuário o que for mandado apresentar.

- Certo, mas por que o Joãzinho usa o print? Não tem diferença?

Embora muitos digam que não, tem sim. Claro, nada que seja muito utilizado em casos "normais", mas que há uma diferença, há. Tempo de execução, exatamente iguais, sem diferença nisso. Digamos que a única visivel seja, print retorna para uma variável TRUE ou FALSE. (lembrando, essa parte é somente para tirar a dúvida de algumas pessoas em relação a comparação de echo e print, não há necessidade de decorar nada daqui).

<?php
$print = print "Teste";
// A saída será Teste, mas agora apresente a variável

echo $print;
// Saída 1 ou TRUE
?>

Eba! Já sei apresentar um conteúdo no navegador
Agora vamos começar a complicar um pouco mais. Vamos ver como apresentar um mais número de saídas no mesmo bloco, e logo em seguida, começaremos a utilizar algumas variáveis.

<?php
echo "Nome:";
echo "Luciano";
?>

Mas preciso realmente preciso utilizar duas vezes echo?!?! Não é necessário, para isso, nós utilizamos a concatenação "." (em outras linguaguens é mais comum ver o símbolo "+" para concatenação, mas no PHP é o "." mesmo).

<?php
echo "Nome:" . "Luciano";
?>

Você se pergunta, qual a vantagem disso? Poderia colocar os dois textos juntos. Sim, realmente poderia, mas é uma introdução à concatenação. Agora veremos a utilização de variáveis.

O que diabos são variáveis?
São apenas blocos de memória para armazenamento de alguma informação. Texto, números, arquivos, etc... Novamente, diferente de outras linguaguens, no PHP você não é obrigado a definir o tipo de variável que deseja utilizar (int, float, bool, ...). Vamos à alguns exemplos:

<?php
$minha_variavel = "Meu texto";
?>

Vamos seguir o exemplo do nosso amigo Jack Estripador, por partes. Como podem ver, para declarar uma variável iniciamos o texto com o caracter "$", ele é que indica que o texto a seguir será uma variável. Algumas observações quanto à variáveis:

- Você não pode iniciar um nome de variável com números, ex: $1. Mas pode utilizar nas demais partes do nome, ex: $a1;
- O PHP é case-sensitive (há diferenças entre $nome, $Nome e $NOME);
- Utilize sempre variáveis com nomes indicando o seu conteúdo, para simplificar a manutenção de terceiros e até mesmo a sua.

Tenho uma variável, o que faço com ela?
Digamos que a base de todas as linguaguens de programação são variáveis, pois, se não precisa-se de conteúdos variáveis, por que programaria? Simplesmente utilizava HTML.

Vamos à um outro código:

<?php
$nome = "Luciano";
$idade = 19;
?>

Declaramos duas variáveis no exemplo acima, uma chamada $nome, com o valor "Luciano" e outra, chamada $idade, com o valor 19. Por que não foi utilizado aspas para inserir o valor 19? Simples, variáveis do tipo texto (text) precisam ser inseridas entre aspas, já as numerais (int, float, ...) você simplesmente precisa informar o número.

Beleza, agora temos duas variáveis e não fizemos nada com elas...
Calma lá! Vamos juntar tudo que vimos até agora:

<?php
$nome = "Luciano";
$idade = 19;
echo "Olá, meu nome é " . $nome . " e tenho " . $idade . " anos.";
?>

Aqueceu a mente agora? Jack neles:

$nome = "Luciano" => Simplesmente declaramos uma variável, como haviamos feito anteriormente;
$idade = 19 => Mesmo que o anterior, declaração de outra variável;
echo ...... => Complicou? Bom, temos a primeira parte "Olá, meu nome é " que é a apresentação de um texto estático para o navegador, utilizamos o "." para adicionar outro valor à apresentação, $nome aqui apresentamos o valor da variável $nome, veja que não é escrito no navegador a palavra "$nome", mas sim "Luciano", adicionamos outro bloco de texto estático, o valor da variável $idade, e por fim, " anos.".

É isso então? Boa sorte no PHP e comece a trabalhar!


...........
É, infelizmente não é só isso não, temos muuuuuuuuito mais desafios pela frente. Que tal algumas funções básicas que podemos fazer trabalhando com variáveis:

strlen(TEXTO)
<?php
$nome = "Luciano";
echo "Seu nome tem " . strlen($nome) . " letras.";
?>

A funcionalidade da função strlen é de contar o número de caracteres que temos em determinada string (texto). Utilizamos a concatenação em uma função, como podem ver, podemos concatenar textos estáticos, variáveis e funções.

substr(TEXTO, INICIO, [ANDAR])
<?php
$nome = "Luciano";
echo "A primeira letra de seu nome é " . substr($nome, 0, 1);
?>

A função substr tem por objetivo "cortar" parte de um texto para a apresentação. O primeiro parâmetro passamos o texto a ser cortado, por segundo o caracter onde deve ser dado o inicio do corte (lembrando que começa do 0, não do 1), e por final, mas não obrigatório, quantos caracteres devem ser "andados", caso não passe nenhum valor, será até o final do texto.

trim(TEXTO)
<?php
$variavel = "   OI     ";
echo trim($variavel);
?>

trim elimina os espaços em branco do inicio e do final de um texto.

ucfirst(TEXTO)
<?php
$nome = "luciano";
echo ucfirst($nome);
?>

ucfirst capitaliza (existe essa palavra?!) a primeira letra de um texto.

strtoupper(TEXTO)
<?php
$nome = "Luciano";
echo strtoupper($nome);
?>

strtoupper transforma todas as letras de um texto em maiuscula.

strtolower(TEXTO)
<?php
$nome = "Luciano";
echo strtolower($nome);
?>

strtolower é a função inversa de strtoupper. Transforma todos os caracteres em minusculo.

str_replace(PESQUISA, SUBSTITUI, TEXTO)
<?php
$texto = "isso foi xxxxxx mesmo";
echo str_replace("xxxxxx", "****", $texto);
?>

str_replace procura por uma combinação de letras e a substitui em determinado texto. Outras opções nessa função podem ser vistas com a utilização de matrizes.

Captei! Vamos para Matrizes
Digamos que o monstro para muitos programadores iniciantes. Matrizes são grupos de valores em uma única variável. No PHP temos algumas maneiras para iniciar uma matriz:

<?php
$matriz_a = array("João", "Maria");
$matriz_b[] = "João";
$matriz_b[] = "Maria";
?>

Ambas teriam o mesmo conteúdo. Na primeiro forma ($matriz_a) declaramos que a variável é do tipo array (matriz) e em seguida passamos os valores para ela. Já na segunda, colocamos cada valor separamente. Caso não seja definido um índice para a matriz, ela se auto-inicia do 0 e também se incrementa de acordo com a necessidade.

<?php
$matriz = array("Oi", "Tchau");
echo $matriz[0]; // Oi
echo $matriz[1]; // Tchau
?>

Criamos nossa matriz, e em seguida apresentamos os valores dela, como não definimos índice em nenhum dos casos, ela se iniciou no 0 e foi se incrementando.

Mas como definir um índice?
Vamos ver nas duas formas:

<?php
$matriz = array(5 => "João", "indice" => "Maria");
echo $matriz[5]; // João
echo $matriz["indice"]; // Maria
?>

<?php
$matriz[5] = "João";
$matriz["indice"] = "Maria";
echo $matriz[5];
echo $matriz["indice"];
?>

Certo, mas matriz não tem vantagem nenhum em relação às variáveis normais...
10 minutos e você mudará completamente de idéia. Vamos criar uma lista de nomes em uma variável e apresenta-las:

<?php
$nome1 = "Luciano";
$nome2 = "João";
$nome3 = "Maria";

echo $nome1;
echo $nome2;
echo $nome3;
?>

Divertido, não? Imagine fazer dessa forma para 500 nomes? Eu não queria ser programador nesses casos... Agora vejamos com matrizes:

<?php
$nomes = array("Luciano", "João", "Maria");
foreach( $nomes as $nome ) {
  echo $nome;
}
?>

NÃO!!! Não desista agora. Nosso amigo Jack vai explicar melhor tudo isso:

$nome = array(...) => Criamos nosso array, nada de novo
foreach( $nomes as $nome ) { => Opa, algo novo aí. Para quem conhece inglês já deve ter imaginação do que isso faz, foreach (para cada):

para cada( $nomes como $nome )

Ele irá passar por TODOS os valores da matriz e copiar o seu valor para a variável $nome. Interessante não? É como se executá-se-mos o código tantas vezes quanto há valores na matriz.

Utilizamos "{" e "}" para determinar o inicio e fim do nosso comando foreach. Tudo que está entre eles será repetido.

Vamos à outro exemplo com o foreach:

<?php
$nomes = array(5 => "Luciano", 10 => "João", "indice" => "Maria"); // Criamos a matriz definindo seus índices
foreach( $nomes as $indice => $valor ) {
  echo $indice . " = " . $valor;
}
?>

ixi, fedeu? Calma lá, o que temos de novo nessa parte? ( $nome as $indice => $valor ), dessa vez, ao invéz de passar somente o valor de cada índice na matriz, estamos passando o nome do índice. Lembrando, a primeir váriavel receberá o nome do índice e a segunda o seu valor.

Matrizes, basicamente é isso, sua definição e utilização. Vamos passar por algumas funções que envolvem matrizes e dar mais valor à essas pérolas da programação.

Lá vem bomba... Condicional
Qual a vantagem de ter um conteúdo dinâmico em seu site se ele não conseguir decidir qual caminho tomar? Vamos ter uma introdução às condicionais agora if else

<?php
$nome = "Luciano";

if( $nome == "Luciano" ) {
  echo "Você realmente é o Luciano";
}
?>

Como vimos anteriormente, "{" e "}" servem para definir um inicio e um fim a um comando. if estará se perguntando SE o valor da variável $nome for igual à "Luciano". Se sim, o código entre "{" e "}" é executado, caso contrário, nenhuma ação é tomada.

Outro detalhe é, para definir valores à variáveis, utilizamos "=", para comparar valores "==". E uma terceira opção seria "===", que compara também o tipo da variável, além de seu valor (utilizada para diferenciar 0 de FALSE, por exemplo).

Agora veremos para não deixar passar em branco nossa condicional, a utilização do comando else:

<?php
$idade = 19;
if( $idade >= 18 ) {
  echo "Maior de idade";
} else {
  echo "Menor de idade";
}
?>

Nossa comparação dessa vez não consulta por um valor igual, mas sim, ">=" (maior ou igual). Somente aplicada em números. Caso o valor da variável $idade não seja >= à 18, a instrução else é executada.

Com isso já é possivel fazer uma pesquisa em uma matriz, por exemplo:

<?php
$nomes = array("João", "Maria", "Carlos", "Ana", "Paulo", "Bruna");
foreach( $nomes as $nome ) {
  if( $nome == "Ana" ) {
    echo "Ana encontrada";
  }
}
?>

O que temos no script acima? Criamos uma matriz com uma lista de nomes, em seguida, varremos toda a matriz, passando cada valor para a variável $nome. Dentro do loop para cada valor na matriz, verificamos se o valor do $nome é igual à "Ana" se for, apresentamos a mensagem "Ana encontrada".

Alguns erros comuns nesses casos:

<?php
$nomes = array("João", "Maria", "Carlos", "Ana", "Paulo", "Bruna");
foreach( $nomes as $nome ) {
  if( $nome == "Ana" ) {
    echo "Ana encontrada";
  } else {
    echo "Ana não encontrada";
  }
}
?>

Não que esse esteja errado, mas provavelmente não trará a saída desejada, pois, repare bem, em cada loop do comando foreach ele executa a condicional, pegamos o primeiro caso, "João", como "João" é diferente de "Ana", ele executa o comando else, apresentando, dessa forma, várias vezes "Ana não encontrada". Para executar da maneira desejada esse script, precisamos de uma variável conhecida pelo nome de flag.

Pronto, só faltava uma bandeira mesmo no PHP...
Nada disso, flag é o nome dado à uma variável que tem apenas um valor para comparação, na maioria das vezes TRUE ou FALSE (VERDADEIRO ou FALSO). Vejamos como fica nosso exemplo dessa forma:

<?php
$nomes = array("João", "Maria", "Carlos", "Ana", "Paulo", "Bruna");
$flag = false;
foreach( $nomes as $nome ) {
  if( $nome == "Ana" ) {
    $flag = true;
  }
}
if( $flag ) {
  echo "Ana encontrada";
} else {
  echo "Ana não encontrada";
}
?>

Jack?!?!

Criamos a matriz, definimos nossa $flag como false (falso), pois "Ana" não foi encontrada dentro da matriz ainda, varremos a matriz passando o valor para a variável $nome, se $nome for igual a "Ana" alteramos nossa $flag para true (verdadeiro). Terminando completamente o loop, executamos nossa condicional, repare que não temos realmente uma comparação a ser feita, por que isso? pois na verdade toda comparação retorna TRUE ou FALSE, ex: 1 == 2 FALSE, 5 == 5 TRUE, e assim por diante. Como nossa variável já tem um valor boleano (TRUE ou FALSE), ela mesmo se encarregará de retornar a resposta para o comando if. Se $flag contér TRUE apresentamos "Ana encontrada", caso contrário, "Ana não encontrada".

Imagine agora, se estivessemos procurando por "João", era uma repetição sem sentido até o final da matriz, já que "João" é o primeiro nome, mas como consigo parar um loop?

<?php
$nomes = array("João", "Maria", "Carlos", "Ana", "Paulo", "Bruna");
$flag = false;
foreach( $nomes as $nome ) {
  if( $nome == "João" ) {
    $flag = true;
    break;
  }
}
if( $flag ) {
  echo "João encontrado";
} else {
  echo "João não encontrado";
}
?>

Nossa única diferença, o comando break, que simplesmente corta o loop no momento que for encontrado o nome que procuramos.

Outras formas de Loop
Vamos ver algumas outras formas de loop para utilizar não somente em arrays. Vamos para a primeira delas, while:

<?php
$contagem = 1;
while( $contagem <= 10 ) {
  echo $contagem;
  $contagem = $contagem + 1;
}
?>

O comando while (enquanto) executa determinada função enquanto a sua condicional for verdadeira. Jack, venha cá:

while( $contagem <= 10 ) => Enquanto contagem for menor ou igual à 10, apresentamos o valor de $contagem no navegador e alteramos o valor de $contagem para $contagem + 1, ou seja, um a mais que o seu valor anterior.

Sim, muitas vezes vocês vão conseguir fazer os chamados loops infinitos, ou seja, ele vai ficar em execução até estourar o tempo limite do PHP.

Um exemplo de loop infinito (não execute =D):

<?php
$contagem = 1;
while( $contagem <= 10 ) {
  echo $contagem;
}
?>

Veja que fazemos praticamente a mesma ação que a acima, mas esquecemos de aumentar o valor da variável $contagem, ou seja, ela sempre terá seu valor igual à 1, nunca passará de 10.

Outro comando para loop que é disponivel no PHP é o for, que, basicamente, é o mesmo que o while, mas não precisamos controlar nossa contagem, como no exemplo acima.

<?php
for( $contagem = 1; $contagem <= 10; $contagem++ ) {
  echo $contagem;
}
?>

De certa forma mais simples que o while. Sua sintaxe é a seguinta:

for( INICIALIZACAO; CONDICIONAL; INCREMENTO )

Ou seja, na primeira parte iniciamos a $contagem, depois fazemos nossa condicional verificando se $contagem é <= à 10 e por último, aumentamos o valor da variável $contagem. Repare que dessa vez, utilizamos $contagem++ para aumentar a variável.

<?php
$numero = 5;

$numero++; // $numero é aumentado em 1
$numero--; // $numero é diminuido em 1

$numero += 10; // $numero é aumentado em 10
$numero -= 10; // $numero é diminuido em 10

$numero = 5;
$a = $numero++; // $a recebe $numero (5) e então $numero é aumentado em 1

$numero = 5;
$a = ++$numero; // $numero é aumentado em 1 e então passa o novo valor (6) para $a

$numero = 5;
$a = $numero--; // $a recebe $numero (5) e então $numero é diminuido em 1

$numero = 5;
$a = --$numero; // $numero é diminuido em 1 e então passa o novo valor (4) para $a
?>

Há também outros comandos para loop como do... while / while... do Mas que teria a mesma sintexa do comando while, deixaremos eles de fora por enquanto.

Ahhhh, acabou
Exato, infelizmente acabou... Tudo precisa de um começo, um meio e um fim. Bom, estamos quase em 20% :) Estou preparando outros tutoriais envolvendo funções de maior utilidade para o desenvolvimento de sites, mas espero que esse pequeno tutorial tenha servidor como uma introdução para quem procura aprender mais sobre PHP e as maravilhas que pode fazer com ele.

Qualquer dúvida, estou inteiramente a disposição para tentar lhe ajudar. Basta "perguntar" ;)

Quanto à liberdade para apresentar esse tutorial em outros fóruns, sites de download ou qualquer outro site de intuito educacional, sinta-se livre, escrevi esse tutorial pensando em ajudar quem está iniciando em PHP, quanto maior o número de atinguidos, melhor. Peço somente, que me reconheçam como autor dele, beleza então?

Attached Files




#516525 Iniciando no mySQL

Posted by H3NR!QU3 on 10/01/2005, 22:52

Bom galera decidi pensar nos que estão começando agora com o php ow seja os futuristas programadores hauhuha viajei neh? :D

Bom começando

primeiro vamos ver oq nois iremos fazer

1º --> criar as tabela
2º --> arquivo de conexao com o db
3º --> inserindo algo no db
4º --> exibindo algo do db
5º --> deletando algo do db
6º -->editando algo do db


1º PASSO
criando as tabela o nosso db se chamara cadastro
CREATE TABLE `cadastro` (
`id` INT( 20 ) UNSIGNED NOT NULL AUTO_INCREMENT ,
`nome` TEXT NOT NULL ,
`email` TEXT NOT NULL ,
`idade` TEXT NOT NULL ,
`cidade` TEXT NOT NULL ,
`data` VARCHAR( 50 ) NOT NULL ,
PRIMARY KEY ( `id` ) 
);

criamos a nossa tabela :D agora amo a o 2º passo

2º PASSO
arquivo de conexao com o db chamaremos ele de config.php

<?

$host = "localhost"; // sempre deixe local host nunka mude
$user = "usuario_db"; // seu usuario do db
$pass = "senha_uduario_db";// sua senha do sb
$db = "cadastro"; //o nome do sue banco de dados que no caso deii o nome de cadastro[
$a = @mysql_connect($host, $user, $pass) or die(mysql_error());

@mysql_select_db($db, $a) or die("erro ao se conectar com o db");
?>

criamos o arquivos de conexao com o db :P agora vamos a o 3º passo

3º PASSO

inserindo algo ao db chamaremos ele se cadastrar.php

<!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.01 Transitional//EN">
<html>
<head>
<title>cadastrar.php</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1">
</head>

<body>
<form name="form1" method="post" action="inserir.php">
  <table width="0%" border="0" cellspacing="1" bgcolor="#339900">
    <tr>
      <td width="357" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><strong><font color="#FF0000" size="1" face="verdana">...:::::cadastrando::::......</font></strong></td>
    </tr>
    <tr>
      <td height="98" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"> <table width="362" height="111" border="0" cellspacing="0">
          <tr>
            <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Nome:</font></strong></td>
            <td width="314"><input name="nome" type="text" id="nome4" size="40"></td>
          </tr>
          <tr>
            <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Email :</font></strong></td>
            <td><input name="email" type="text" id="email2" size="40"></td>
          </tr>
          <tr>
            <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Idade :</font></strong></td>
            <td><input name="idade" type="text" id="idade2" size="10"></td>
          </tr>
          <tr>
            <td><strong><font size="1" face="verdana">Cidade :</font></strong></td>
            <td><input name="cidade" type="text" id="cidade" size="25"></td>
          </tr>
          <tr>
            <td width="44"><strong></strong></td>
            <td><input type="submit" name="Submit" value="cadastrar"></td>
          </tr>
        </table></td>
    </tr>
  </table>
</form>
</body>
</html>

bom galera obeserve q e a action do form vai para a pagina inserir.php
e observe os nome dos campos do form tbem que eu vo pegar os valores dele na proxima etapa

agora iremos programar a pagina inserir.php que pegar os valores do form e ira cadastrar no db

PHP

<?
include"config.php"; // incruimos o arquivo de conexao com o db que nois criamos no passo 2


$nome = $_POST['nome']; //peguei o valor do campo que contem o name nome
$email = $_POST['email']; //peguei o valor do campo que contem o name email
$idade = $_POST['idade']; //peguei o valor do campo que contem o name idade
$cidade = $_POST['cidade']; //peguei o valor do campo que contem o name cidade
$data = date("d/m/Y \à\s H:i:s");// peguei a data e a hora do server

// agora iremos a parte que insere os valores pegos acima no db

$x = mysql_query("INSERT INTO cadastro (nome,email,idade,cidade,data) VALUES ('$nome','$email','$idade','$cidade','$data')");//acabos de inicia a variavel x q insere os valores no db
if($x){echo"o cadastro foi feito com sucesso";// verificamos se os dados doi inserido se for ele executa o echo
}else{
echo
"o cadastro nao pode ser efetuado";
}
  //se o arquivo nao for inserido ele execura o else
?>

Bom ne galera intao jah terminamos a parte de cadastrar agora vamos para o 4º passo :D

essa pagina se chamara exibir.php ela sera responssavel pela exibição dos dados da tabela cadastro


PHP

<?
include"config.php"; //incluindo o arquivo de conexao feito no passo2

$y = mysql_query("SELECT * FROM cadastro");// selecionei a tabela que quero trabalhar que no caso e a que nois criamos no 1º passo
while($x = mysql_fetch_array($y)){ //criei um array chamado $x que sera responssavel pra listar os dados
echo'
   <table width="0%" border="0" cellspacing="1" bgcolor="#339900">
  <tr>
    <td width="357" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><strong><font color="#FF0000" size="1" face="verdana">...:::::Exibindo::::......</font></strong></td>
  </tr>
  <tr>
    <td height="98" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"> <table width="362" height="111" border="0" cellspacing="0">
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Nome:</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['nome'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Email :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['email'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Idade :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['idade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td><strong><font size="1" face="verdana">Cidade :</font></strong></td>
          <td><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['cidade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Data :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['data'].'</font></strong></td>
        </tr>
      </table></td>
  </tr>
</table>
<br>

'
;
}
// imprimi os resultados da tabela cadastro na tela
?>


Terminamo o 4º passo que exibe os resultados da tabela vamos lah galera nao desistam tamo quase acabando e meio demorado amis vai ser mto util ira ajudra abstante o pessoal q esta começando :D Espero que sim hehe (y)


bom vmao para di conversa fiado e ir para a parte di deletar

essa pagina se chamara

deletar.php vamos ao codigo

PHP

<?
include"config.php"; //incluindo o arquivo de conexao feito no passo2

$y = mysql_query("SELECT * FROM cadastro");// selecionei a tabela que quero trabalhar que no caso e a que nois criamos no 1º passo
while($x = mysql_fetch_array($y)){ //criei um array chamado $x que sera responssavel pra listar os dados a serem escolhido para ser deletado
echo'
<table width="0%" border="0" cellspacing="1" bgcolor="#339900">
  <tr>
    <td width="357" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><strong><font color="#FF0000" size="1" face="verdana">...:::::Exibindo
      arquivos a serem Deletado::::......</font></strong></td>
  </tr>
  <tr>
    <td height="98" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"> <table width="362" height="106" border="0" cellspacing="0">
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Nome:</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['nome'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Email :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['email'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Idade :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['idade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td><strong><font size="1" face="verdana">Cidade :</font></strong></td>
          <td><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['cidade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td><strong><font size="1" face="verdana">Data :</font></strong></td>
          <td><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['data'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44" height="21"><strong></strong></td>
          <td width="314" align="right"><strong><font color="#FF0000" size="2" face="verdana"><a href="excluir.php?id='
.$x[id].'">Deletar</a></font></strong></td>
        </tr>
      </table></td>
  </tr>
</table>
<br>

'
;
}
  //notem que  no link do deleter eu passei o id pela url para a pagina excluir.php exlui.php?id=$x[id]
?>


bom vamo a pagina excluir.php que sera responsavel por exclui os cadastros
vamos ao codigo

excluir.php

PHP

<?
include"config.php"; // incluindo na pagina o arquivo de conexao com o db que vzemo no passo2
$id = $_GET['id'];//lembram que eu passei o id pela url no link deletar intao agora eu resgatei ele
$x = mysql_query("DELETE FROM cadastro WHERE id='$id' LIMIT 1");  // inciei a variavel $x q sera responssavel por deletar o cadastro ela deleta o cadastro cujo o id e igual ao o id passado pela url
if($x){ // comparabdo se foi a variavel $x e verdadeira se ela relmente ira exclui o cadatsro se for verdadeira executa o echo
echo"cadastro deletado com sucesso";
}else{ echo
" nao foi possivel deletar o cadastro";  // se a variavel $x for falsa ira execua o else ow seja nao ira excluir o cadastro
}
?>


bom galera tamo quase lah falta so mais um passo e esse passo e o mais complicado a parte de editar por isso irei me esforça pra esplicar mais pra que vcs nao fiquem perdido blz (y) vamos lah

essa pagina se chamarar mostrar_edit.php
vamos ao codigo

5º PASSO
PHP


<?
include"config.php"; //incluindo o arquivo de conexao feito no passo2

$y = mysql_query("SELECT * FROM cadastro");// selecionei a tabela que quero trabalhar que no caso e a que nois criamos no 1º passo
while($x = mysql_fetch_array($y)){ //criei um array chamado $x que sera responssavel pra listar os dados a serem editados a serem escolhido para ser deletado
echo'
<table width="0%" border="0" cellspacing="1" bgcolor="#339900">
  <tr>
    <td width="357" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><strong><font color="#FF0000" size="1" face="verdana">...:::::Exibindo
      arquivos a serem Editado::::......</font></strong></td>
  </tr>
  <tr>
    <td height="98" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"> <table width="362" height="106" border="0" cellspacing="0">
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Nome:</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['nome'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Email :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['email'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Idade :</font></strong></td>
          <td width="314"><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['idade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td><strong><font size="1" face="verdana">Cidade :</font></strong></td>
          <td><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['cidade'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td><strong><font size="1" face="verdana">Data :</font></strong></td>
          <td><strong><font color="#009900" size="1" face="verdana">'
.$x['data'].'</font></strong></td>
        </tr>
        <tr>
          <td width="44" height="21"><strong></strong></td>
          <td width="314" align="right"><strong><font color="#FF0000" size="2" face="verdana"><a href="editar.php?id='
.$x[id].'">Editar</a></font></strong></td>
        </tr>
      </table></td>
  </tr>
</table><br>
'
;
}
  //notem que  no link do editar eu passei o id pela url para a pagina editar.php editar.php?id=$x[id]
?>


Bom ne galera agora vamos a parte que mostra num campo dentro de um form os valores que estao no db essa pagina se chamara editar.php

vamos ao codigo

PHP


<?
include"config.php"; //incluindo o arquivo de conexao feito no passo2
$id = $_GET['id']; // peguei o id passado pela urlna pagina exibir_edit.php
$y = mysql_query("SELECT * FROM cadastro WHERE id='$id'");// selecionei a tabela que quero trabalhar que no caso e a que nois criamos no 1º passo
while($x = mysql_fetch_array($y)){ //criei um array chamado $x que sera responssavel pra listar os dados a serem editados a serem escolhido para ser deletado
echo'
<form name="form1" method="post" action="alterar.php?id='
.$x[id].'">
<table width="0%" border="0" cellspacing="1" bgcolor="#339900">
<tr>
<td width="357" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><strong><font color="#FF0000" size="1" face="verdana">...:::::editando::::......</font></strong></td>
</tr>
<tr>
<td height="98" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"> <table width="362" height="111" border="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Nome:</font></strong></td>
<td width="314"><input name="nome" type="text" id="nome4" value="'
.$x[nome].'" size="40"></td>
</tr>
<tr>
<td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Email :</font></strong></td>
<td><input name="email" type="text" id="email2" value="'
.$x[email].'" size="40"></td>
</tr>
<tr>
<td width="44"><strong><font size="1" face="verdana">Idade :</font></strong></td>
<td><input name="idade" type="text" id="idade2" value="'
.$x[idade].'" size="10"></td>
</tr>
<tr>
<td><strong><font size="1" face="verdana">Cidade :</font></strong></td>
<td><input name="cidade" type="text" id="cidade" value="'
.$x[cidade].'" size="25"></td>
</tr>
<tr>
<td width="44"><strong></strong></td>
<td><input type="submit" name="Submit" value="alterar"></td>
</tr>
</table></td>
</tr>
</table>
</form>
</body>
</html>


'
;
}
// exibi tudo oq tinha no db dentro de campos e como vcs podem ver tbem eu passei o id pela url na action do form para a apgina alterar.php
?>



BOm ne galera agora so resta o ultimo passo a pagina alterar.php que sera responsavel por alterraos dados do db :D vamos ao codigo

alterar.php

PHP


<?
include"config.php"; // inclui o arquivo de conexao com o db feito no passo2
$id = $_GET['id']; //peguei o id passado pela url no arquivo editar.php
$nome = $_POST['nome']; //peguei o valor do campo que contem o name nomeda pagina editar.php
$email = $_POST['email']; //peguei o valor do campo que contem o name email pagina editar.php
$idade = $_POST['idade']; //peguei o valor do campo que contem o name idade pagina editar.php
$cidade = $_POST['cidade']; //peguei o valor do campo que contem o name pagina editar.php

$x = mysql_query("UPDATE cadastro SET nome='$nome', email='$email', idade='$idade', cidade='$cidade' WHERE id='$id';"); // iniciei a variavel $x elatema  função de editar o cadastro
if($x){ // verifico se o arquivo foi editado se ele foi executa o echo ow seja ele e verdadeiro
echo"cadastro editado com sucesso";
}else{
// se a variavel $x nao for verdadeiro ele nao ira alterar o cadastro ou seja ira ser falso
echo"o arquivo nao podi ser editado";
}
?>



Bom galera finalmente eu terminei meu tutorial ahuaauh tutorial nada e mais pra curso do que tutorial hehe to ate com a mao duendo a unica coisa q eu fiz foi so abrir o phpeditor e começar a montar o tuto e programar :D

Bom galera como podem ver estameio tarde e eu estou com sono por isso nao vai da tempo de eu testar os codigos To com muito sono :wacko:

mais acredito que esteja tudo certinho hehe :unsure:

Intao vcs leem com bastante atenção meu tuto e da uma testada pra mim blz?

garanto que esse tuto faclilitara a vida de muitas pessoas

Bom deixo o Topico aberto para ser feito duvidas, criticas, sugestões,agradecimentos

T+ (y)


#1022592 VulcanusMu Season4 1.05D Full

Posted by Sr_ZeuS_XD on 02/09/2015, 14:12

VENHA JÁ PARA O VULCANUSMU

.
VulcanusMu Season4 1.05D Full
Experiência 10.000x
PvP Equilibrado
Ant hacker HPS + MHP
Reset Mesmo Lugar
Eventos Automáticos
Sistema de Reconexão
Sistema de UPTIME 99,9%
Comandos VulcanusMU (/autoattack /autorr /autopt /autoadd)
Inovações (/bar /mago /ferreiro /pista)
Eventos Diários Com ADM e GMS
Vagas na equipe (basta dar suporte no fórum)
Novos Itens Especiais + Relíquias (Rings e asas com Opt Roxo)
NPC Maluco + Bonificações
Item C/Add Roxo & Amarelo
 

Divulgação feita por: “Sr_ZeuS_XD




#983939 Video No Frontpage

Posted by masaca on 19/10/2009, 12:49

Boa tarde,

Estou precisando colocar uns videos no site (Videoteca) para que as pessoas possam assistir como se fosse um video demonstração de produto.

Qual o melhor formato para fazer ?
tentei colocar um video com extensão mpeg mas nao esta rodando em alguns computadores.

queria deixa-los +- igual ao do Youtube para que qq computador (pessoa) possa acessar.

Tentei colocar atraves do arquivo... video....

No aguardo
MSC


#738980 Pra Quem Ainda Não Entende Ajax.

Posted by bimonti on 11/05/2006, 12:37

Bom, sobre o AJAX eu não sou nem TRUE e nem FALSE, eu sou NULL, por isso não perguntem se eu sei usa-lo da melhor forma, se eu recomendo, ou se sou contra. Não sei, nunca fiz nenhuma aplicação de grande porte que necessitasse, portanto não vou comentar, simplesmente NULL. E quem garante que eu sei o que é AJAX ?? Nunca ouviram a frase: "Quem sabe faz, quem não sabe ensina!" ??

Antes de COMEÇAR a ler este post você se compromete aos seguintes termos:
- Eu tenho conhecimento pleno em HTML.
- Eu conheço JavaScript.
- Eu já usei um pouco algumas coisas de DOM.
- Sei o que é XML.
- Também sei que AJAX só funciona com requisições http, ou seja, não vou acessar assim: c://Documents and Settings/eu_mesmo/meu primeiro ajax.js e muito menos file:/// ...
- Sei que isso não é um código completo e não vou perguntar: "Como mudo 'isso' pra 'churisso' e coloco no meu site de video games ?? PLZzzorRR !!11!"

Eu avisei...

Esse post não é mais um dos vários exemplos de como utilizar o AJAX para fazer 2 selects, cadastrar alguma informação e etc.. porque vejo que normalmente são usuários que não tem tanto conhecimento sobre Javascript que utilizam os códigos dos tutoriais e querem fazer alterações, sem ao menos saber o porque daqueles 'comandos' dentro da função. Ou estou errado ?? Todo mundo que tem uma aplicação AJAX que seja no site sabe o porque do número 4 no "var.readyState == 4" ??? Garanto que quem fez o código do tutorial sabe, mas quem copiou o código e colou no dreamweaver salvando com o mesmos nomes não sabe. Pensando nisso eu vou dar um breve comentário sobre algumas coisas que fazem parte das funções mais conhecidas.

Primeiro de tudo você tem que inicar a requisição ao navegador. Para isso vamos inicar uma instância do objeto XMLHttpRequest. Mas como todo mundo tá careca de saber tem as diferenças de navegador. A família Safari, Mozilla usa de uma forma os os IElike usam de outra. Tá explicado o porque de:

var variavel;
if (window.XMLHttpRequest) {
variavel = new XMLHttpRequest();
} else if (window.ActiveXObject) {
variavel = new ActiveXObject("Microsoft.XMLHTTP");
}


No quote acima eu crio uma variavel com o nome de 'variavel', depois eu testo o objeto XMLHttpRequest(pra a família Mozilla, Safari), se ele retornar TRUE a variavel vai criar o objeto, senão vai pra proxima tentativa que é pra família IE. É comum ser usado junto com a inicialização do objeto o try..catch, que é uma função do Javascript (tá aí o porque era bom saber um pouco de Javascript). O try..catch serve para pegar o erro e não mostrar pro usuario aquela janelinha "There's an error, do you wish to debug ?". Apesar que o try..catch só é suportado a partir do IE5+ e Mozilla 1+ (Se você pensa que vai segurar o erro quando o cara estiver usando o IE4 pode esquecer, use onerror). O try..catch funciona assim, imagine que eu queria dar um alert e sem querer errei a digitação:

var msg;
function mostraAlerta(){
try{
aalert("Olá");
}
catch(erro)
{
msg = "Ocorreu um erro na página. \n";
msg+ = "Clica no OK pra continuar";
alert(msg);
}
}


Chega de try..catch, não é o objetivo do post. Bom, vamos ver agora os métodos do XMLHttpRequest. Estão nesse formato:

Nome = Descrição. Meu comentário.

abort() = Aborta a atual requisição. Precisa de comentários ? Então tá bom, você pode usar caso fique com medo do seu servidor demorar para devolver a requisição. Crie na função que manda a requisição um TimeStamp, caso ela demore muito você aborta e dá uma mensagem de erro.

open("método", "URL"[, assíncrono [, "usuario"[, "senha"]]]) = Define a URL, o método e os parâmetros adicionais da requisição a ser enviada. Provavelmente esse é o método que você mais verá, junto com o send(). ELe é responsável por definir os parâmetros da requisição. Os métodos podem ser POST ou GET, e o 'assíncrono' que tem na sintaxe do método é o que define se a execução do script é feita imediatamente após o método send() ser chamado ou se aguarda por uma resposta. Use as flags TRUE ou FALSE. O problema de usar o FALSE é que se o seu servidor ficar sem responder a tela do navegador vai ficar congelada, mais ou menos quando trava tudo no PC. Os outros parâmetros são opcionais.

send(conteúdo) = Transmite a requisição, opcionalmente com dados postados ou dados DOM. É isso mesmo, esse método que vai enviar a requisição. Se você usar GET e passar os dados pela URL use send(null), se usar POST é só colocar o conteúdo a ser passado aí dentro. Mas usando o POST você tem que enviar alguns cabeçalhos junto. Veja mais no outro método.

setRequestHeader("label","valor") = Define um label/valor para o cabeçalho que será enviado junto com a requisição. Nem traduzi o label porque fica feio.

Olhe os 2 exempos abaixo e veja se entende melhor:

var.onreadystatechange = functionPraTrabalharARequisicao;
var.open("GET", url, true);
var.send(null);


var.open("POST", url, true);
var.setRequestHeader("Content-Type", "application/x-www-form-urlencoded;");
var.setRequestHeader("Cache-Control", "no-store, no-cache, must-revalidate");
var.setRequestHeader("Pragma", "no-cache");
var.onreadystatechange = functionPraTrabalharARequisicao;
var.send("Nome=" + Nome);


Eu defini nos cabeçalhos que os dados serão enviados como se fossem um formulário normal. E no outro eu defini que não é pra armazenar as informações em cache, porque as vezes acontece de devolver a mesma requisição, ou outros problemas.

Agora vamos ver as propriedades. Neste formato:

Nome = Descrição. Meu comentário.

readyState = Número inteiro com o status da requisição. Devolve como um número inteiro o status da sua requisição. Só isso.
0 = Não inicializado
1 = carregando
2 = carregado
3 = Interagindo
4 = Completo

onreadystatechange = Gerenciador de eventos a cada mudança de estado. Agora ferrou hein ??. Nada mais é que uma função que será responsável por checar se a requisição já foi processada. Por isso a comparação "readyState == 4", toda vez que mudar de estado uma função que você definir será responsável por essa verificação, então no seu código quando o estado for 4 você continua. A menos que você queria seguir no 1 ...

var.onreadystatechange = workSend;
var.open("GET", url, true);
var.send(null);


No exemplo acima eu defini que a função workSend() será a responsável por trabalhar com os valores retornados por readyState. É comum ver nessas funções somente a comparação "var.readyState == 4", mas nada impede de ser assim:

var.readyState == 0 -> Peraí que já vai começar
var.readyState == 1 -> Aee, seguuurraaa peãaaoo
var.readyState == 2 -> UUUhhhhhuuuuu, vamo que vamo
var.readyState == 3 -> Vamo lá cabloco, tá chegano
var.readyState == 4 -> Aqui você trabalha seu resultado

responseText = Versão 'string' dos dados devolvidos pelo servidor após processar a requisição. É somente isso que ela faz, nada mais. Simples e cru.

responseXML = Idêntica a de cima, mas devolve os dados no modelo DOM.

status = Código numérico retornado pela requisição ao servidor. É diferente do readyState, esse código é 200, 404, etc.. que no caso um 200 é que a página foi encontrada e está tudo OK, o 404 é que não achou .. etc..

statusText = Mensagem que acompanha o código do status. Você pode usar para exibir ao usuário a mensagem de erro retornada. Ex.:

if (var.status == 200) {
// ...se funfar você faz aqui suas paradas...
} else {
alert("Ouve um problema com sua requisição:\n" + var.statusText);
}


Bom, é isso ae, acho que agora fica mais fácil pra quem ainda tinha dúvidas sobre AJAX para já ir resolvendo alguns dos seus problemas sozinhos, dá pra esclarecer um pouco sobre os comandos e como utiliza-los. Não são todos os métodos e propriedades, tem muito mais por esse mundo afora.

T+


#1070369 I am confused. HOW can this be?

Posted by davidcave on 12/08/2017, 10:32

The outside aids help in turn. you want to use your pelvic alignment and weight to turn. 
The inside seatbone and thigh help the horse bend and keep the proper shape, so the withers don't tip to the inside, and the horse doesn't push the shoulders in.
The only function of the inside rein is to create a subtle flexion so you see the inside eye, that is all. 
Thanks
 
I didn't find the right solution from the Internet.
 
 



#1058039 online no prescription needed Buying bkde

Posted by amijoka on 28/07/2017, 12:30

online uk
with free dr consultation http://engagemagazine.com/node/5211 over the counter
without a prescription http://otomr.com/node/2234 no prescription
Non Prescription http://www.polac.edu.ng/node/102 no rx
without dr approval Online Cheap Online cbvy

No Script
effects http://ginzabe.com/node/1361 without script
Discount http://engagemagazine.com/node/5248 without dr approval
with no prescriptions http://www.paulconzo.com/node/17468 without script
drug http://fedtrading.net/plataforma dosage
no prescription http://www.paulconzo.com/node/6635 no script needed
over the counter http://michaelcharles.es/node/4910 without script
indications No rx lrmb
over the counter Price for jjaa

price


#941496 Exportar Pdf

Posted by L. Felipe Caletti on 14/10/2008, 08:24

Olá.

Não estou conseguindo exportar arquivos PDF
está exportando 8 de 26 páginas, e meu acrobat distiller está com problema, então estou usando o PDFcreator e PDF995, mas os mesmos não estão exportando o arquivo completo.

Aguardo a ajuda de vcs.

Obrigado.


IPB Skin By Virteq